Brincando e Improvisando com Videos

Oi pessoal,

Resolvi brincar um pouco e usar o aplicativo PicFlow Pro ($1.99) no iPhone para criar um video. Tirei screenshot de imagens do Instagram e sites das empresas que foram citadas no artigo anterior.  O PicFlow permite escolher uma musica do iTunes para servir de trilha sonora do seu video, e você consegue sincronizar o ritmo da musica ao video. No caso, fiz um video de 15 segundos e 14 imagens com a musica My Sherona do The Knack.

Enfim… Publiquei no Instagram e compartilhei no Facebook e Twitter. Beleza.

Aí resolvi ver se seria possível compartilhar esse video no blog ou no LinkedIn, usando o link gerado na página do Facebook. Mas no LinkedIn ficou estranho e no blog nem tentei. Mas ví que era possível fazer um download do video diretamente da página do Face no formato MP4, e carregar no YouTube como ponte para os canais citados.

Segue aí o resultado. Certamente ficaria melhor com edição no meu MacBook Pro usando iMovies ou algum software mais avançado, ou carregar no Hootsuite e distribuir para todos os canais.

Mas, para criar um post nesse blog aqui, acho que está pra lá de bom!

Abraços

 

Reflexões de Natal

Nesse momento, após celebrar o Natal e o aniversário do meu filho mais velho, estou feliz e satisfeito.

E começo a refletir no ano que passou e que trouxe muitos desafios, e no ano de 2017, que trará a oportunidade de começar a colher o resultado do esforço investido.

Um aprendizado é não deixar para depois o que pode ser feito hoje, por receio ou excesso de planejamento. Os ciclos de negócios costumam demorar e quanto antes começar, mais rápido terá os resultados.

Outro é não tenha medo de incomodar seus potenciais parceiros ou clientes com seus esforços e suas iniciativas de estabelecer contato e discutir as ideias. Chances são que você pode ser o único que insistirá até conseguir sucesso.

Ou seja, vai que é sua! 

Você é a única pessoa que pode realizar seu potencial e suas oportunidades plenamente!

Feliz Natal e que Deus te abençoe!

Mais Tutoriais para Lojistas Shopify

Oi Pessoal,

Segue mais dois tutoriais para lojistas que estão montando sua loja no Shopify.

Como Adicionar um Produto no Shopify

Realmente acrescentar e editar um produto é muito fácil. E pensar que muitos lojistas precisam solicitar e pagar um desenvolvedor para fazer isso…

 

Como Escolher o Tema de sua Loja Shopify

O que me impressiona é a qualidade dos temas que estão disponíveis para lojistas. A Clarissa usa um tema grátis chamado Brooklyn, que já é disponível em vários idiomas, incluindo o português brasileiro (tem uma versão da terrinha também, ora pois). E tem temas novos sendo acrescentados regularmente, que não custam mais que USD $150-200 para adquirir.

Segue um video mostrando como escolher o tema.

Shopify integrado com ERP – ficou mais fácil emitir a NFe

NFeTem atividades que me causam bastante desconforto ou irritação – geralmente estão ligadas a falta de infraestrutura e investimento do nosso país… fila de carro, fila no correio, fila no banco, etc…

Já outras estão ligadas ao excesso de burocracia… para abrir firma, para reconhecer firm, e a campeã na minha opinião – a emissão da bendita Nota Fiscal Eletrônica.

Confesso que até recentemente vinha emitindo NFe através do programa de emissão da Receita. Sim, aquele que dava pau, que requeria um customização do Java, etc… Toda vez que entrava pedido era um parto cadastrar o cliente, o produto, digitar as condições…

Certo ou não, essa dificuldade acaba desencorajando o empreendedor a se formalizar, abrir firma, vender através de loja virtual, emitir nota…

Mas agora vem a boa noticia! A Shopify já é integrada com ERP! Aliás, desde o inicio do ano já é possível emitir nota através da Tiny ERP. E quem sabe outros lojistas encontraram outras soluções com outros fornecedores (por exemplo, a Optimus). Por favor, compartilhem nos comentários abaixo!

Foi uma pergunta de um leitor do blog que me colocou em ação para sair da minha zona de desconforto e buscar uma alternativa melhor. Encontrei as opções acima no App Store.

Como eu já vinha emitindo nota, o processo de cadastro e configuração das regras de negócios foi fácil e consegui fazer sem consultar meu contador. (alias, para os iniciantes, um contador é imprescindível.) Para quem já instalou algum aplicativo no Shopify, conectar a Tiny foi igualmente fácil, e não tive que colar código no tema da loja. Onde apanhei um pouco foi configurando o meu certificado digital, mas isso foi dinossauriti da minha parte.

Screenshot Tiny NFe Edited

Hoje mesmo emiti uma nota em 2 minutos – consultei o painel de vendas e importei o pedido. Após a importação, a NFe é preenchida em numero sequencial ao anterior com os dados do pedido: cadastro de cliente com os dados de emissão da DANFE, dados do cliente / destinatário, os dados dos produtos, cálculos de impostos default, transportador e pagamento se aplicável. Se estiver tudo OK, já pode ser enviado para validação com SEFAZ.

Para quem continua fazendo gambiarra como eu fazia, ou vem protelando emitir NFe, posso afirmar que hoje já é possível fazer com facilidade!

Thiago Ouro

Sucesso a todos, e não esqueçam de seguir o blog através desse link!

Novo logo do Blog

Empreendershopify_New_Logo_

Pessoal – mudei o logo do blog. Que a verdade seja dita, tive que mudar pelo uso do logotipo da Shopify (que ainda aparece no cantinho da imagem acima).

Falem bem ou falem mal… fico feliz que alguém lá em Ottawa reparou o uso do logotipo e solicitou a alteração.  Vai ver que foi o tweet que enviei para o CEO – acho que no mínimo rolou um email daqueles “WTF estão fazendo com nosso logo no Brasil??”

Mas acho que a versão nova ficou legal usando esse logotipo fonte Lobster e um tail que dá um tom esportivo – quem sabe não rola um linha de roupas para os lojistas?? Para o thumbnail criei uma miniatura 300×300 que encaixou bem na outras mídia.

EmpreenderShopifyBlack

Se essa imagem alterar nos próximos dias, é porque ainda estou transgredindo algo do Branding.

O que acharam?

WhatsApp bloqueado de novo

Screenshot 2016-07-19 15.18.16

Pois é… confesso que nem sei o motivo dessa vez, mas fico imaginando quem vende via WhatsApp e fica sem seu canal de vendas principal. Tudo bem, alguns ativam o Telegram pra improvisar.

Aliás, admiro muito quem consegue vender pelo WhatsApp.  Ao mesmo tempo acho que seria muito mais fácil abrir uma loja numa plataforma como Shopify e deixar de ter que trocar mensagens tirando duvidas sobre preço, tamanho, disponibilidade, depósito em conta, endereço e prazo de entrega, etc…  Sem falar que transmite uma imagem muito mais profissional. E custa apenas $29 por mês!

Como comprador, posso afirmar que tenho mais confiança em comprar com quem vende via site usando pagamento via PayPal ou PagSeguro.

Mas tem muita gente que ganha dinheiro vendendo via ZapZap – quem sou eu pra dizer que estão errados – se o cliente está disposto a enviar seu dinheiro…  só não nesse momento.

Para receber todos os posts do blog, assine o newsletter aqui!

Até que enfim!!

Relaunch Campaign

Finalmente… Conseguimos lançar o site novo!

Não sei por que demorou tanto.

Pensando bem, tivemos vários motivos, encabeçados pela minha mudança de emprego – um marco na minha carreira. Sem falar nos filhos, na crise, Vanderlei Luxemburgo…

Mas esse post é um de celebração!!

Estamos saindo de uma plataforma Magento para a Shopify – um suspiro de independência de desenvolvedores, o fim de páginas com visual ultrapassado que não eram “responsive” para smartphone, e assim obrigando o cliente a fazer aquele “zoom” improvisado para visualizar o produto, e a falta de flexibilidade em poder experimentar com novas ferramentas de marketing e midias sociais.

Aliás, pareço uma criança em loja de brinquedos na App Store da Shopify, querendo instalar todos os Apps possíveis. Apps funcionais como a integração com os Correios, interativos como a galeria do Instagram, e motivadores como a ferramenta que avisa quanto falta no carrinho para o Frete Grátis ser alcançado.

Porque não basta apenas ter um site e um produto legal – tem de inovar e promover.

Basta dizer, estou me divertindo. (ahem, fora do horário comercial)

E estou novamente motivado para contar minha experiência! E quem sabem vender um pouco também!

Até breve!

Agora vai!

Leandro Damião recomeça no Cruzeiro

Agora vai!

Pois é… já passaram nove meses desde o ultimo post… o segundo. Confesso que larguei mão do blog durante esse tempo e pensei em desistir.

Desde então, muitas coisas à nível “macro” aconteceram – algumas boas (meu time bicampeão brasileiro), outras nem tanto (7×1, eleições, petrolão, desmanche do meu time, etc…). Pensando bem, à nível macro a retrospectiva não foi muito legal mesmo. E a nível “micro”, basta dizer que não foi muito diferente.

Prefiro achar que é mesmo necessário passar por desafios e muitas vezes uma crise para alterar um “status quo” que está aquém do ideal. Sempre filosofamos sobre a importância de mudarmos, de crescermos, de praticar o “carpe diem”, blá-blá-blá… a verdade é que é muito difícil desencadear uma evolução incremental sem algum evento ou fator externo que nos tire da nossa zona conforto.  E a sacada nesse momento é conseguir (ou escolher) enxergar a oportunidade e evitar a auto-pena ou até mesmo a depressão.

Mas voltemos ao que interessa. Resolvi de vez mudar da Magento para Shopify. Em poucos dias espero “queimar os navios” e partir para um novo mundo de e commerce com novas possibilidades – mobile commerce, integração mais rica com mídias sociais e ferramentas de marketing, independência dos consultores e desenvolvedores, e temas flexíveis que permitem imagens bem maiores. Só pra citar alguns. Sei das limitações atuais mas para o momento acredito que valerá muito a pena.

Em breve conto como foi!

A ansiedade da estréia

Thiago Silva, Júlio César e David Luiz nos momentos que antecedem a estréia da Seleção na Copa 2014

Esse é o meu primeiro post no meu primeiro blog. É claro que pretendo escrever mais posts nesse blog, e quem sabe desenvolver outros blogs no futuro. Mas no momento escrever este post está me deixando com uma sensação parecida de uma estréia na Copa do Mundo realizada no próprio país, com uma importante diferença –  não tenho estádio cheio, não tenho 10 companheiros de equipe e nem um professor chamado Felipão me dando ordens ou direções. Salário milionário então… só a ansiedade de produzir algo que seja relevante e quem sabe lido por alguém além de meu pai e minha esposa.

E por que criar um blog? Ou melhor, o que me dá confiança que conseguirei persistir após os primeiros posts?

É um boa pergunta. Sinceramente, não tenho certeza que conseguirei. Com muita facilidade posso ser engolido pelo dia a dia, pelos compromissos de família, pelo trabalho, pelo desanimo, pela falta de disciplina, por falta de seguidores ou feedback, por outra ideia melhor, por falta de preparo, etc…

Respondendo a pergunta, no fundo acho que escrever esse blog representa realizar ou externalizar um novo capability digital que até então é interno e visível para poucos, e que considero relevante para minhas atividades atuais e futuras.  Essa habilidade está em desenvolvimento e o blog não deixa de ser um canal de aprendizado – uma espécie de on-the-job training. Não pretendo abraçar o mundo digital e tentar me tornar mestre de tudo, mas sim adquirir alguns survival skills básicos e aprender a fazer na prática um core de atividades essenciais para minhas atividades atuais e futuras aspirações.

E por que isso é relevante?

Não acho que seja relevante pra todos “colocarem a mão na massa”, mas pra mim é a melhor forma de adquirir os skills necessários pra buscar inovação na tecnologia. É verdade que esses skills são muitas vezes considerados funcionais e que podem ser adquiridos ou contratados por grandes organizações para desenvolver canais digitais que complementam os tradicionais. Porém, em segmentos onde o digital se torna um componente vital do core business, não é possível delegá-lo para TI ou um grupo de marketing digital. E cada vez mais os segmentos tradicionais como saúde se deparam com a realidade de possuírem um portfolio de produtos ou serviços com poucas vantagens competitivas frente aos concorrentes, onde o uso da tecnologia pode fazer a diferença para atingir a liderança.

Sobre o blog…

Estarei descrevendo em tempo real a experiência de desenvolver uma loja virtual com a Shopify, uma plataforma de ecommerce recém habilitada para o Brasil que permite que empreendedores sem experiência de programação desenvolvam suas próprias lojas virtuais. Estou muito animado em compartilhar essa experiência – acredito que será relevante para muito empreendedores como eu que estão no inicio de uma fantástica jornada!

Resumindo…

Estou embarcando nessa jornada com a expectativa de aprender e me desenvolver como profissional e empreendedor, e explorar novas ferramentas, aplicativos e canais de comunicação e comércio. Espero no caminho encontrar outras pessoas com o mesmo interesse e determinação e promover uma troca de experiências e conhecimento que leve a novos modelos e oportunidades de negócios.